iniciativa

Voluntários para a Ajuda da UE é uma oportunidade internacional de voluntariado no setor da ajuda humanitária. A iniciativa envolve cidadãos europeus e residentes de longa duração, empoderando igualmente as competências de comunidades e organizações locais.

decoration ball green three
decoration ball orange four

Que é

Voluntários para a Ajuda da UE é um programa que compreende três tipos de projeto: Assistência Técnica (formação de organizações europeias relacionadas com o programa e o setor de ajuda humanitária), Reforço de Competências (fortalecimento da resposta da ajuda humanitária e da gestão de voluntários em países situados fora da Europa) e Mobilização (o envio de voluntários da UE).

Descubra o portal dedicado à Iniciativa Voluntários para a Ajuda da UE criado pela GVC

Reforço de Competências (RC)

O objetivo do Reforço de Competências é melhorar as capacidades das organizações de acolhimento dos países situados fora da Europa no que respeita à prevenção e à gestão de crises humanitárias, mediante o apoio do programa Voluntários para a Ajuda da UE. As organizações também são formadas para receber e gerir esses voluntários.

Mobilização (M)

Durante os projetos de Mobilização, os voluntários são selecionados, formados e enviados para países terceiros (não pertencentes à UE), para dar apoio a comunidades internacionais e locais que aí levem a cabo atividades humanitárias. Estes voluntários são cidadãos da UE ou residentes de longa duração com idade igual ou superior a 18 anos, cujos perfis sejam selecionados com base nas necessidades das organizações locais, indicadas para efeito na página “Vagas” do site da iniciativa.

Assistência Técnica (AT)

A Assistência Técnica visa reforçar as competências das organizações europeias em matéria de ajuda humanitária e melhorar as competências (segundo normas a seguir) no que respeita à gestão de voluntários, de forma que essas mesmas organizações possam obter a certificação de Voluntários para a Ajuda da UE e se tornem organizações de envio em projetos de Mobilização.

Historial

Surgimento e evolução da iniciativa Voluntários para a Ajuda da UE

20

07
O Tratado de Lisboa

O Tratado de Lisboa estipula um corpo de voluntários para a ajuda humanitária da União Europeia (UE).

11
13
Projetos piloto

Arrancam os primeiros 12 projetos-piloto, mobilizando voluntários da UE em países terceiros (não pertencentes à UE).

14
É oficialmente formado um corpo europeu de voluntários para a ajuda humanitária

É oficialmente formado um corpo europeu de voluntários para a ajuda humanitária, que resulta na iniciativa Voluntários para a Ajuda da UE.

16
20
Primeiro projeto EUAV

São alocados fundos para avançar com os projetos do programa Voluntários para a Ajuda da UE, envolvendo a formação e o envio de cerca de 4.000 cidadãos europeus rumo a países terceiros (não pertencentes à UE) para atividades de ajuda humanitária

decoration ball orange thirteen
decoration ball green eleven

Os regulamentos

O programa Voluntários para a Ajuda da UE é baseado em três regulamentos europeus que constituem as suas bases legais, a sua estrutura e as suas normas.

Regulamento Nr.

Regulamento de execução Nr.

Regulamento delegado Nr.

Regulamento Nr.

n° 375
Ano 2014

Estabeleceu o Corpo Europeu de Voluntários para a Ajuda Humanitária

Saiba mais

Regulamento de execução Nr.

n° 1244
Ano 2014

Define procedimentos relativos à gestão de voluntários, programas de formação e mecanismos de certificação.

Saiba mais

Regulamento delegado Nr.

n° 1398
Ano 2014

Estabelece normas relativas ao reconhecimento, igualdade de oportunidades, parcerias e quadros de competências.

Saiba mais

Descubra os nossos parceiros